22.11.05

MEA CULPA



Impossível "fugir", por mais tempo, à questão óbvia colocada por alguns dos mais fiéis visitantes do Fadiário: onde anda a artista, que não nos escreve, não nos liga, não nos dá de si?... Até porque os dedos fervem-me de impaciência para conseguir colmatar esta lacuna de eterna falta de tempo!

Começo talvez por apresentar como álibi algo que certamente vos deixará felizes, pois nem todos os artistas em Portugal se podem “queixar” da mesma azáfama que eu, em constantes viagens, bagagens, entrevistas, produções, ensaios, concertos, preparações, telefonemas, contactos. Abençoado Fado, abençoada fase que atravessamos e longe de mim algum vez ter outra atitude que não seja a de agradecer esta vida intensa que muito me rouba, mas tanto me dá!

Claro que é todo este percurso que vocês têm curiosidade em conhecer e aqui sim, mea culpa: se fui eu que despertei o bichinho, sou eu tenho de o alimentar… e hei-de consegui-lo, pois o retorno que tenho tido deste blogue justifica o meu máximo empenho.

Apenas uma pequena ressalva, com a franqueza e honestidade que eu gosto de ter e vocês merecem: não vou conseguir escrever todos os dias, como também não consigo ler todos os dias, nem falar com quem gostaria todos os dias, nem cantar todos os dias! Prefiro que cada vez que aqui venho seja a intenção e a força de algum conteúdo a mover-me, muito mais do que a simples obrigação de cumprir um objectivo.

Só assim vos posso garantir que tudo o que aqui encontrarem me vem, realmente, do fundo da alma, onde todas as minhas linhas se cruzam e dão origem a qualquer coisa que valha a pena…

2 Comments:

At 2:44 da tarde, Blogger Pinguimcris said...

Um blog ou qualquer outro espaço que decidimos partilhar com os outros, nunca poderá ser um espaço de obrigação (de picar o ponto). E este blog não é excepção... Por mais que nós admiradores da tua excelente voz, da tua personalidade gostássemos de ter relatos do teu dia-a-dia, temos de ter consciência de que isso não é possível (o que nos deverá deixar (e pelo menos a mim deixa) contentes, porque significa que há muito trabalho :-))
Já tive a oportunidade de ler todos os posts deste blog e acho que sempre foi claro que este blog não teria apenas a tua contribuição, que haveria outros colaboradores a alimentarem este espaço quando não te fosse permitido fazê-lo devido a toda a a azáfama que caracteriza a vida de uma cantora de sucesso :-)

Um beijo e um muito obrigada a todos os que fazem parte deste blog e um muito especial para ti, Mafalda.

Bjs
Cristina

 
At 12:44 da manhã, Blogger casimiro said...

Olá Mafalda.
Após uma acesa mas construtiva (assim espero...) troca de opiniões com BMA, julgo que serei uma das pessoas que menciona no início do texto, que reclamava a sua presença nestas paragens.
É por isso com muito gosto que a "vejo" por aqui.
É com muito gosto que "ouço" que a sua presença por aqui será pautada por assuntos de "dentro" e não por obrigação.
Aqui passarei para "ouvir" o que deseja partilhar connosco.
Conheço a desde ""Esta Voz que me Atravessa"" .
Agradeço lhe o facto de a sua música, voz e os poemas escolhidos despertarem em mim profundas emoções e sentires. E quando se cresce educado a esconder as emoções, é bom haver formas, meios e pessoas que ajudem a libertar naturalmente essas emoções. Este meio - a música - tem sido um desses meios de libertação. E a Mafalda uma das pessoas desse meio.
Assim, deixo lhe um profundo agradecimento.
Espero que partilhe connosco a sua música, pelo tempo que a si lhe fizer sentido (espero que muito tempo...).
Desejo lhe também felicidade pessoal. Com a música, mas com as outras coisas também.
Felicidade,acima de tudo.
Um beijo.

C.


PS.1. Soube há tempos que temos um amigo em comum. Quem sabe se um dia por acaso não nos encontramos...seria uma boa ocasiao para partilhar consigo um belo segredo que o seu disco "Encantamento" despertou na minha vida.

 

Enviar um comentário

<< Home