4.12.05

Mafalda Arnauth em edição especial de Natal do "Portugal no Coração"



O programa "Portugal no Coração", da RTP, transmite hoje, em directo, uma edição especial de Natal, a partir da Suíça. Das 16h00 em diante, a sala do Bâtiment des Forces Motrices, em Genebra, será o palco da transmissão, em directo para 140 países através da RTPi. Mafalda Arnauth será uma das convidadas, de entre os vários artistas e personalidades presentes no programa.

2 Comments:

At 11:02 da manhã, Blogger Pinguimcris said...

Numa altura em que a promoção em televisão de música (cantores, álbuns novos...) é bastante limitada (principalmente aos fins de semana), é muito bom poder assistir a um programa onde é permitido cantar mais do que uma música e ainda poder falar um bocadinho.
Fiquei muito contente de poder ver a Mafalda cantar três das mais bonitas canções do último álbum, que está recheado de outras igualmente bonitas.
Queria apenas salientar a falta que o acordeão faz na «Audácia» e que me apercebi ontem ao ver actuação no Portugal no Coração. Acho que esta canção ganha uma força completamente diferente quando acompanhada por esse belo instrumento.

Bjs
Cristina

 
At 10:16 da manhã, Anonymous António said...

Acompanhei, ainda que a espaços, devido à longa duração do programa, a edição especial do “Portugal no Coração”, emitido da cidade suíça de Genéve, no passado domingo.

Nestas ocasiões é comum desviarmos um pouco da nossa atenção, e também alguns dos nossos pensamentos, para aqueles que, um dia, partiram daqui, deste Portugal apesar de tudo tão belo, em busca de melhores condições de vida, procurando também um pouco mais da dignidade que, lamentavelmente, aqui lhes é, muitas vezes, negada.

Vi, como tantos outros certamente, rostos de alegria, testemunhos de esperança, histórias de sucesso, mas sempre, sempre, o testemunho de uma saudade indizível e igualmente indesmentível.

Percebi também em muitos rostos e entre algumas palavras, um sentimento de esperança, um acreditar que tudo continua a valer a pena, mesmo quando esse tudo implica sacrifícios de toda a ordem.
Uma lição de Vida para tantos, entre nós, que se limitam a carpir mágoas, desencantos e desilusões por um mundo que teimam em não querer mudar, antes aceitam como um fatalismo negro, inatacável porque invencível.

Como diria Chico Buarque, melhor que ninguém, “foi bonita a festa, pá!!”...

Pelos que a ela assistiram, com inegável prazer, expresso nos aplausos e sorrisos, e também pelos que a fizeram do lado de lá do palco, apresentadores, cantores, músicos, técnicos, todos afinal.

Falou-se também de cheiros e de sabores...pois, pastelinhos de nata e castanhas, não é, Mafalda?
:-)
Juntemos-lhe, por exemplo, pão de ló e poejos....
...porque não, coentros e um leitãozinho bem assado (também não pode ser só doces...senão não há ginásio que nos salve!!!)

Adicionemos, finalmente, todos os cheiros, todos os sabores, também o sol, ainda o mar e o azul do céu.
Perceberemos então porque, em qualquer parte do mundo, sentimos saudade de Portugal.
Num sentimento misto de nostalgia, mas também de prazer, porque se é verdade que ninguém vive de recordações, é também com elas que se pode viver melhor.

 

Enviar um comentário

<< Home