4.7.06

ESPANHA À VISTA!



Está quase a começar a viagem do Diário por terras de Espanha!
É difícil descrever a sensação, para quem como eu tanto dedicou a este disco, de o ver continuar a abrir fronteiras e cumprir o sonho de, lentamente, chegar a outros lugares.
Vem de alguns anos a minha parceria com a agência de artistas Syntorama, no país vizinho. A juntar a estes parceiros, surge agora a Resistência, label discográfica espanhola que se propõe a editar o meu “Diário” e a dar, finalmente, um passo em frente no apoio à divulgação do meu trabalho, sem o qual o esforço de qualquer agente se revela inglório.
A minha satisfação é tanto maior quanta a necessidade que tenho de apoio e colaboração, para levar a bom porto os meus objectivos. Um artista não pode nem deve ser uma ilha, porque se aplica mais do que nunca a ideia de que a união faz a força.
Por todos estes motivos os próximos concertos em Múrcia, Madrid, Cadiz e no Festival Pirinéus Sur (nos dias 7, 8, 14 e 15 de Julho, respectivamente) vão, seguramente, marcar um novo ciclo, com tudo o que este facto tem de estimulante!
Tenho em particular expectativa o concerto de Madrid, nos Jardines de Sabatini, por esse espectáculo marcar o lançamento oficial da edição espanhola do “Diário”. Nessa noite, além dos bravos de sempre, contarei com a presença especial do acordeonista Pedro Santos.
Escusado será realçar a importância de todo o carinho e força que nos puderem enviar! Como sabem, levo a todos no coração e na voz e por cada bocadinho que se conseguirem lembrar de nós, é mais um bocadinho que eu tenho para entregar, também em vosso nome.
Sei que estaremos todos lá e aqui fica, por esse motivo, o meu mais sincero agradecimento e a maior retribuição que vos posso dar: a imensa felicidade por fazer o que faço e o orgulho em poder dizer que sou portuguesa!

2 Comments:

At 5:14 da tarde, Anonymous António said...

Hola cariño!!

:-)

Mafalda, Bravos, Pedro Santos (seu sortudo!)


Vamos também, todos, convosco em mais esta viagem.
Com as palavras e o carinho que dedicamos àqueles de quem merecidamente gostamos, e cuja força, sabemos também, vos acompanha sempre.
Acreditamos que, bem juntinho ao coração, poderão encontrar sinais da nossa presença e do nosso estímulo.
Um pouco mais longe na distância, estaremos afinal, e como sempre, tão perto.
E se repararem bem, no meio dos aplausos e da emoção que, estamos certos, vos irão ser dados em cada lugar onde estiverem, em cada espectáculo que fizerem, haverá um pouco/muito de cada um de nós que aqui ficamos.

Sejam muito, muito felizes.

Hasta ya!!
:-)

 
At 6:52 da tarde, Blogger TsiWari said...

"todo o artista tem de ir (a)onde o povo está"

já cantam Joanna, Mercedes Soza,...

;)

 

Enviar um comentário

<< Home