19.10.06

DIÁRIO DO BEM-ESTAR II


Foto gentilmente cedida pela revista Caras

Porque o prometido é devido e, principalmente, porque as novidades são boas (!) - veja-se, como "prova", a foto muito recente que ilustra este meu post - cá estou eu a actualizar, com mais pormenor, este diário que já leva sensivelmente dois meses de existência.
O primeiro compromisso que assumi, nesta cruzada, prende-se com um legado genético, social e sobretudo emocional - que desde sempre teimou em me acompanhar. Nasci gordinha, cresci gulosa; e à imagem de uma família simpaticamente anafada, habituei-me a esta dança de oscilar entre quilos indesejáveis e imagem quase ideal.
Talvez tenha chegado o momento de descobrir, não a dieta perfeita, mas o modo de vida alimentar que pudesse, aos poucos, ir ao encontro do que é definitivamente mais saudável. Assim sendo, tive de procurar o equilíbrio entre restrições permanentes que quase sempre degeneram em carências, e a satisfação de pequenos prazeres, que tornam a vida muito mais deliciosa!
Regra número 1: durante a semana, estabelece-se um controlo que passa por cortar com tudo o que não é saudável, tudo o que é excessivamente calórico, privilegiando a qualidade em vez da quantidade. Fora com os fritos, os doces, as gorduras, o excesso de hidratos de carbono, as festas de aniversário, os banquetes sociais…; no fim-de-semana escolhe-se um momento, um motivo ou uma tentação para deleitar os sentidos e celebrar o cumprimento semanal das regras.
Regra número 2: disciplina! Seja a beber água, a não arranjar desculpas para faltar à caminhada ou a nunca falhar ao programa estabelecido pela Manuela Rebelo, do centro de estética que está na origem deste Diário.
É, aliás, sobre este programa que vos quero falar com mais detalhe. Funciona em três frentes de batalha e, acima de tudo, funciona! Graças ao excelente acompanhamento personalizado do centro de estética, entre supervisão e apoio atento ao programa estabelecido, já podemos celebrar menos 3 Kg de peso e muitos centímetros perdidos em áreas especificas e reconhecidas como difíceis…
Uma vez por semana, sou sujeita a um envolvimento com o objectivo de desintoxicar o corpo, num tratamento chamado, com toda a justiça, de “Detox”, onde o corpo se desfaz alegremente em suor - e toxinas que esperamos não tornar a rever. A onda de calor durante o tratamento é largamente recompensada pela sensação de frescura que se instala posteriormente, como se o corpo se permitisse respirar e funcionar melhor.
Na sessão seguinte, sou “gentilmente moldada” na "Endermologia LPG", através de um aparelho de sucção em vácuo que massaja o corpo, elegantemente vestido num fato especial e específico para o tratamento (que é, aliás, o que verdadeiramente distingue a técnica de LPG das outras…), com o fim de diminuir volume e celulite. E até o stress combate, pois trata-se, em última análise, de uma massagem que consegue combater exemplarmente a tensão que se acumula ao longo do dia-a-dia, graças à força constante da sucção e do bom exercício de braços da técnica que o realiza.
Por fim, depois de tanto drenar, desfazer e limpar, há que dar um reforço ao tecido - que depois de tanto tempo invadido por excessos, nem sempre regressa ao seu normal com facilidade.
Quase sempre, queremos libertar-nos do volume e gordura em excesso e ignoramos, muitas vezes, que a flacidez que daí decorre pode tornar menos visíveis os bons resultados alcançados. É aqui que o último tratamento de que vos falo, Crioterapia, tem uma acção fundamental. Por crio, entenda-se frio, arrepios e pele de galinha constante, para os quais recomendo um leitor de mp3 bem recheado, com música animada, garantindo que em menos de nada o tempo do tratamento passou e afinal, até para um ser tão “tropical” e friorento quanto eu, a aparente dura prova pode ser enfrentada sem grande esforço.
Talvez se questionem do porquê destas descrições tão detalhadas, uma vez que podem partir do princípio que as “ajudas” a que estou a ter acesso não estejam ao alcance de todos… Ou que os bons resultados que estou a ter também não estejam ao alcance de todos, o que definitivamente, não é verdade.
Pois bem, faço-o com a convicção absoluta de que a nossa força de vontade está sempre ao nosso lado, aliada e prontinha a ser agarrada por nós; a tornar as regras que referi perfeitamente realizáveis e o acesso a ajuda especializada perfeitamente possível.
Tudo depende da nossa determinação, paciência, perseverança e objectivos! E da grande dose de vontade que os acompanhar…

4 Comments:

At 1:40 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Tinha muita vontade de ver-te cantar ao vivo e na próxima sexta-feira vai ser possível aqui em Barcelona. Um beijo muito forte e nos vemos no teatro.

Antonio
www.tierraalavista.blogspot.com

 
At 1:57 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Tinha muitissima vontade de ver-te cantar ao vivo e na próxima sexta-feira vai ser possível aqui em Barcelona. Um beijo muito forte e nos vemos no teatro.

Antonio
www.tierraalavista.blogspot.com

 
At 10:54 da manhã, Anonymous Anónimo said...

PARABÉNS!

Sê preserverante...

 
At 4:21 da tarde, Anonymous rossana said...

Olá Mafalda! Quando decobri o blog nem quis acreditar! já estava a meio de uma carta para a "Belo de Morais" para que de alguma maneira coseguisse entrar em contacto consigo. O meu grande problema é não conseguir encontrar de maneira nenhuma os acordes de "Para Maria" e também do "Avé Maria fadista" do Gabriel de Oliveira (letra)e Fancisco Viana (música). Pertenço ao Coro Vespertino da Paróquia de Nossa Senhora da Ajuda e há cerca de um ano descobri o "Recado" e comecei a canta-lo, mas queria explorar e aprender mais fados a Maria para cantar nas missas e se Deus quiser, conseguir organizar uma missa fado! Se me puder ajudar ficaria-lhe eternamente agradecida! Se quiser entrar em contacto comigo ou se souber de alguém que me possa ajudar é só faze-lo para rossana_rodrigues@iol.pt, ou até mesmo através do blog que a partir de hoje, vai ser um local obrigatório nas minhas visitas diárias na net!
Bem o que há mais a dizer a não ser que adoro a sua maneira de cantar e tudo o que representa para o nosso Fado! Os maiores desejos de felicidade!

 

Enviar um comentário

<< Home