26.12.05

FNACS EM ROMARIA



Depois de um ano alucinado, nada melhor do que fechar em beleza, com uma romaria pelas principais lojas Fnac do país.
Curiosamente, quase todas envolveram o regresso de uma viagem e os nervos inerentes de não perder o avião, não perder ninguém pelo caminho (incluindo instrumentos, particularmente o baixo, que decidiu ficar a descansar no aeroporto de Milão e só compareceu para a FNAC do Cascais Shopping…) e, acima de tudo, não perder energia e força para um momento que - pela íntima proximidade com o publico – releva, totalmente, qualquer pequena falha…
Marcou-me particularmente em TODAS a presença de pessoas cuja fidelidade me enternece e valoriza. Fez-me perceber, pela dedicação das suas presenças, que é com verdadeiro carinho que vêm dar uma força e retribuir algo que pelos vistos eu lhes dou, na minha música. Não devo destacar nomes mas, no fundo dos seus corações, espero que sintam a gratidão com que lhes fico e a diferença que têm feito, principalmente este ano em que abrindo o meu diário, abri também veículos de comunicação nunca antes explorados (blogue e site), tendo o retorno de todos superado largamente as minhas expectativas.
Se fizesse um Best-Of das apresentações nas FNACs, além do que já referi, teria de salientar:
A entrega cada vez mais intensa dos músicos que me acompanham: Paulo Parreira (Guitarra Portuguesa), Luís Pontes (Guitarra Clássica) e Ricardo Cruz (Baixo acústico) – só mesmo de coração se cria um clima de partilha e inter-ajuda como aquele que estamos a viver;
A participação generosa do Ruben Alves (acordeão) e do Tomás Pimentel (flugel), que enriqueceram o momento e “salvaram” muita gente de ter de subir a palco, que eu, por brincadeira desafiei… talvez um dia me surpreenda e - de repente - um talento por descobrir se revele num showcase meu!
A presença sempre constante de crianças! Perdoem-me a parcialidade, mas é delicioso poder cantar para o futuro e vê-los curiosos, atentos e principalmente calmos… imaginam daqui a trinta anos alguém dizer que se lembra de me ter visto, mais novinha, mais fresquinha e que continuo com a mesma vontade e interesse para eles…
O apoio fiel de todas as pessoas que comigo têm construído esta nova fase: Maria João Castanheira e Nuno Oliveira (som), a UNIVERSAL (nova editora), a BMA (empresa de relações publicas e comunicação), família (se não me virem aqui é difícil…) e muitos e bons amigos de sempre

Obrigada pelos bocadinhos finais, pelas conversas, pelas fotos, pelos autógrafos, pelas prendinhas… Ajudam-me tanto que, mais do que nunca, vos peço que nunca deixem de mos dar. A música alimenta, mas os mimos tornam tudo mais saboroso!

2 Comments:

At 2:46 da tarde, Anonymous Clube de Fãs said...

No que depender de nós, miminhos no ano 2006 não lhe vão faltar...
Afinal é mesmo para isso que cá estamos.
Beijinhos de todos os membros do clube.

 
At 5:25 da tarde, Blogger Pinguimcris said...

Espero sinceramente poder durante muitos mais anos continuar a dar esses miminhos que tanto mereces, pela excelente pessoa que és e pela grande Fadista que tanto nos dá através das músicas que compõe, das letras que escreve e das canções a que dá voz de uma forma tão única e verdadeira.

É o Fado «Arnauth» que nos faz sonhar, que nos faz reflectir e que muitas vezes nos faz dar um sentido mais positivo à vida. Mas este Fado só nos faz sentir assim porque na sua essência está uma pessoa como a Mafalda, que se dá de forma tão intensa à música que faz e que como se isso não bastasse, ainda tem a capacidade de dar às pessoas que a admiram e que gostam dela palavras tão bonitas como as que vai deixando aqui neste blog.

Obrigada pelo teu constante sorriso, pela simpatia e acima de tudo pela música que eu tenho tanto prazer em ouvir e que me acompanha em tantos momentos da minha vida.

Um beijo
Cristina

 

Enviar um comentário

<< Home